A subestação eléctrica em construção, na zona da Caluapanda, na cidade do Cuito, na província do Bié, entra em funcionamento, em Junho, com uma capacidade de produção de 20 megawatt (mw) de energia, anunciou o director provincial da Energia e Águas, Abel Paulo.

Segundo o gestor, que falava no acto de apresentação dos resultados do quinquénio 2012-2017, disse que, o sector vai registando progressos na produção e distribuição de energia eléctrica e salienta que a nova subestação desafoga a existente e a província passa assim a produzir 44 mw para os consumidores.
Referiu que a nova subestação se enquadra no projecto de expansão da rede de baixa e média tensão, incrementação de ligações em função do aumento do nível da população.
O responsável avançou que além de beneficiar os moradores da centralidade do Cuito, a nova subestação vai acudir igualmente, populares dos bairros Militar e S.José.
Num outro projecto em curso, que vislumbra atingir zonas carentes e aumentar níveis de cobertura o director anunciou a diversificação da matriz energética com produção eólica.
Abel Paulo afirma que, durante anos de estudo, concluiu-se que a região do Dando, município de Nharea, dispõe de potencialidades para a produção de energia eólica.
O director disse que identificada a área, o sector está a desenvolver acções para investimentos na aquisição de grupos geradores para o arranque do projecto, garantindo uma produção de 30 mw.
Actualmente, o sector da energia eléctrica conta com 20.528 ligações domiciliares, 19.304 consumidores, 100 quilómetros de rede de média tensão e 204 de baixa tensão, que produz apenas 20 mw de energia eléctrica, sendo que 14,7 produzidas por grupo geradores, seis provenientes da barragem do Gove (Huambo), números ainda aquém das perspectivas.