A reabilitação da estrada que liga a sede municipal do Luau e Cazombo (Alto Zambeze), numa extensão de 177 quilómetros, arranca em Janeiro de 2019, anunciou, recentemente, no Luena, Moxico, o ministro da Construção e Obras Públicas, Manuel Tavares de Almeida.
Em declarações à imprensa, após radiografar obras na cidade do Luena, o ministro disse que a reabilitação da estrada, que irá permitir a livre circulação de pessoas e bens na região, está avaliada em três milhões de dólares e terá um tempo de duração de três meses a cargo da empreiteira chinesa “Sinohydro”. Por outro lado, sobre o troço rodoviário que liga Luzi/Cassamba/Cangamba (município dos Luchazes), com mais de 200 quilómetros, explicou que ainda não existe uma empresa adjudicada para a obra. No que toca as obras do projecto habitacional de construção de 450 residências de tipo T2 e T3 em execução no bairro “4 de Fevereiro”, arredores do Luena, considerou que está a decorrer com normalidade em grau de execução de 86 por cento, e a conclusão está para Março de 2019.
Manuel Tavares de Almeida informou que das 450 residências faltam 168 para concluir o projecto, e que em 2019 irão analisar as modalidades da sua distribuição.

Fiscalização das obras
Segundo a Angop, o fiscal da Obra, Eliezer de Freitas, disse que o projecto implementado numa área de 28 hectares está avaliado em mais de 27 milhões de dólares, incluindo uma quadra desportiva e áreas de lazer. Os trabalhos são assegurados por 383 trabalhadores,
dos quais 348 são angolanos. Sob égide da direcção Nacional de Investimento de Infra-estruturas Públicas (DINIP) do Ministério da Construção, o empreendimento habitacional cujas obras iniciaram em Maio de 2016, está dividida em três fases, sendo que na primeira foram construídas 100 casas, a segunda 182 e esta última constam as 168, sendo 180 do tipo T2, e 270 do tipo T3. Durante a digressão de dois dias na região leste do país, o governante inaugurou a ponte de betão com capacidade de mais de 200 toneladas, sobre o rio Luachimo, na estrada nacional 180 que liga Saurimo (Lunda Sul) ao Luena (Moxico). No Moxico, o ministro acompanhado pelo secretário de Estado para a Construção, Manuel José da Costa Molares D’Abril, e o vice-governador do Moxico para o Sector Político, Económico e Social, Carlos Alberto Masseca, radiografou o estado das obras das 450 casas, bem como de algumas ravinas com realce para as da área de engenharia e do bairro 4 de Fevereiro, arredores da cidade do Luena.