Quarenta quilómetros (km) de estrada, dos 111 previstos entre a sede da cidade do Uíge/Songo/Bembe, encontram-se asfaltados, informou, na passada segunda-feira, o responsável da empresa construtora, Adriano Dzazio.
Fez saber que neste momento regista-se a drenagem, colocação da base e sub-base no troço Songo/Lucunga, num percurso de 71 quilómetros.
A empresa construtora, segundo o responsável, prevê dentro de três meses o asfaltamento conclusivo da rodovia.
Adiantou não existir nenhum constrangimento técnico que possa impedir o ritmo normal de execução da obra.

Construção da Mediateca

Por outro lado, as obras de construção da Mediateca, na cidade do Uíge, sede capital da província, paralisadas em 2015 por falta de financiamento, retomam, informou, recentemente, sexta-feira a directora provincial dos Transportes e Telecomunicações, Domingas Inácio Tuyango.
Segundo a responsável, as razões que estiveram na base da paralisação da obra estão ultrapassadas, estando prevista a retomada dos trabalhos no final deste mês.
“As obras estão paralisadas há mais de dois anos, isto é, em Novembro de 2015. Está ultrapassada a situação da sua paralisação e tudo aponta que os trabalhos retomam no final deste mês”, esclareceu.
O governador Pinda Simão visitou, as obras de construção da Mediateca para se inteirar das razões da paralisação da mesma, tendo na ocasião recebido a garantia da retomada dos trabalhos no final deste mês.
A infra-estrutura, projectada em padrões modernos, vai contar com mais de 300 computadores e um acervo de oito mil livros físicos.