A busca de maior rentabilidade para aqueles que fazem do cultivo da terra o seu dia-a-dia é o objectivo de um workshop sobre decorrerá com o lema central “Uso de calcário dolomítico para a recuperação e estabilização dos solos de Angola”, a ser realizado na próxima quarta-feira, em Luanda, numa organização dos Ministérios dos Recursos Minerais e Petróleos  e da Agricultura e Florestas.
Sendo segundo um comunicado a que o JE teve acesso, o evento visa transmitir conhecimentos sobre a utilização do calcário dolomítico na agricultura, capacitar os agricultores e demais interessados sobre o uso de pó proveniente do calcário dolomítico, apontar as vantagens que advêm da produção por área de cultivo usando esse material.
O encontro visa, igualmente, divulgar as áreas com potencial para a exploração de rochas calcárias-dolomíticas e respectiva informação geológica e elucidar sobre a tramitação do acto de solicitação de licenças para a exploração de calcário dolomítico.

Importância
O calcário dolomítico é utilizado para corrigir a acidez do solo. Ao mesmo tempo em que faz essa correcção, também fornece cálcio e magnésio indispensáveis para a nutrição das plantas.
A aplicação deste minério aumenta a disponibilidade de elementos nutrientes para as plantas e permite a maximização dos efeitos dos fertilizantes, e consequentemente o aumento substancial da capacidade produtiva da terra.
O encontro contará com a presença de agricultores, agro-industriais e associações empresariais do ramo da agricultura.