A reabilitação dos 64 quilómetros de estrada entre os municípios de M´banza Congo e Kuimba, província do Zaire, foram reiniciadas na passada segunda-feira, numa cerimónia testemunhada pelo Ministro da Administração do Território, Bornito de Sousa.
A via terá duas faixas de rodagem de três metros e meio cada, incluindo um metro de berma em cada lado, cujos trabalhos terão a
duração de 12 meses.
Orçadas em cerca de 6,5 mil milhões de kwanzas, as obras vão proporcionar 200 postos de trabalho a jovens da região.

Mais desenvolvimento

No acto que marcou a cerimónia de consignação, o secretário de Estado da Construção, Euclides Manuel de Carvalho, explicou que esta obra faz parte de um leque de tantas outras lançadas recentemente noutras regiões do país, no âmbito do programa nacional
de desenvolvimento.
O referido programa, prosseguiu, visa propiciar as condições necessárias e adequadas ao desenvolvimento e a melhoria gradual das condições de vida das populações.
Esclareceu que a estrada Mbanza Congo/Kuimba, que agora tem o seu reinício, já tinha sido adjudicada em 2008 a uma empresa, frisando que razões de vária ordem impossibilitaram a sua execução.
“O Executivo teve que mobilizar diversos recursos para que a obra fosse adjudicada agora e programada para ser concluída dentro dos próximos 12 meses”, enfatizou.
Considerou o troço muito importante pelo facto de ligar um município (Kuimba) potencialmente agrícola e que precisa de escoar a sua produção aos grandes mercados da província e do país.
Apelou à empreiteira a executar os trabalhos com a qualidade necessária e concluí-la na data prevista no contrato, tendo prometido uma fiscalização permanente para aferir o cumprimento destas exigências.
A cerimónia contou com a presença do governador do Zaire, José Joanes André, que louvou o empenho do Executivo pelos diversos projectos estruturantes direccionados à província.