Em homenagem ao Dia de África (25 de Maio), a Alliance Française, em Luanda, organiza dois concertos com participação de artistas de Angola, Burkina Faso, Mali, Marrocos e França. O primeiro espectáculo acontece hoje, no Memorial António Agostinho Neto ( MAAN ) e a Casa das Artes em Talatona vai albergar o outro evento amanhã, sábado.
Em declarações à Angop, esta semana, o director da Alliance Française, Paul Barascut, referiu, que o festival está enquadrado nas comemorações do Dia de África a assinalar-se
a 25 do corrente mês.
Disse que foram convidados artistas marroquinos que integram o trio Majid Bekkas, enquanto que Angola se fará representar pelo dueto formado por Toty Sa’Med e Nayela. Os Debademba um grupo formado pelo trio ( Burkina Faso, França e Mali ) completam
a lista de convidados.
De acordo com o responsável do evento, os concertos, entre a tradição e a modernidade, com repertórios de World Music, Gnaoua, Jazz, Blues e Fusion, são uma oportunidade de mostrar um pouco a diversidade e o dinamismo da cena musical africana.
“ Este tipo de evento é uma forma de criar uma cooperação e intercâmbio cultural que de certa forma fortalece cada vez mais os laços dos respectivos povos e culturas e homenageia o continente africano “, destacou.
O dia 25 de Maio é considerado o Dia de África porque foi neste dia, em 1963, que se criou a Organização de Unidade Africana (OUA), na Etiópia, com o objectivo de defender e emancipar o Continente Africano.
Em 1972, a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu o dia 25 de Maio como o Dia de África ou o Dia da Libertação da África. Em 2002 a OUA foi substituída pela União Africana mas a celebração da data manteve-se.