A República de Angola foi eleita, esta semana, em Libreville, capitalGabão, 1ª vice-presidente da Confederação dos Artesãos da África Central (CAAC).
A eleição de Angola aconteceu no âmbito da assembleia-geral constitutiva da organização, que tem como presidente a
República dos Camarões.
A delegação angolana participa no evento, que teve início no dia 16 do corrente mês, cujo término do certame aconteceu esta semana, com o artista plástico António Tomás Ana “Etona”, quadro do Ministério da Cultura.
A assembleia constituinte da CAAC contou com a participação de representantes de 11 países da região da África Central do continente, onde Angola está incluída.
O representante angolano no conclave, o artista plástico António Tomás Ana “ Etona”, considera que a eleição de Angola é mais um sinal do prestígio do país no contexto da região e da estratégia assumida no campo diplomático, económico e cultural e o reconhecimento pelo esforço do Presidente José Eduardo dos Santos no desenvolvimento e afirmação das artes angolanas.
O evento foi organizado pelo Ministério da Promoção das Pequenas e Médias Empresas para o Empreendedorismo Nacional do Gabão, em parceria com a Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC) e insere-se no quadro da implementação do sistema de economia de artesanato e das pequenas e médias empresas da África Central, iniciado em 2010, pelo secretário-geral da Ceeac e ractificado pela decisão dos Chefes de Estado de 15 de Maio de 2015.
Recorde-se que Angola assume a presidência rotativa da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos (CIRGL) e o seu Mecanismo Regional de Supervisão do Acordo-quadro para a paz, segurança e cooperação na RDCongo e na região e soma mais essa no seu currículo.