Em declarações à Angop no aeroporto internacional 4 de Fevereiro, a governante afirmou que a cerimónia acontece na primeira semana do mês de Setembro, na sede da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), em Paris, França.
“Estaremos na sede da Unesco para receber, das mãos da responsável do organismo, Irina Bokova, o certificado que confirma a elevação de Mbanza Kongo como património mundial”, explicou.
O centro histórico da cidade de Mbanza Kongo ganhou o estatuto de Património Mundial, em Julho último, na cidade polaca de Cracóvia, fruto da inclusão na lista de bens e sítios culturais, protegidos pela Unesco.