Apple superou as expectativas de lucro e receita no trimestre encerrado em Março, de acordo com dados divulgados esta semana. A venda de 52,2 milhões de iPhones ficou um pouco abaixo da meta de Wall Street e mostrou alguma resiliência em meio à queda da demanda global por smartphones.

A Apple também previu uma faixa de receita entre 51,5 e 53,5 mil milhões no trimestre que encerra em Junho, com a mediana ficando acima da estimativa de Wall Street de uma receita de 51,6 mil milhões.

Por outro lado, a multinacional norte-americana também prometeu a aquisição adicional de 100 mil milhões em acções, depois comprar 23,5 mil milhões no trimestre, num sinal de que está a trazer de volta as suas centenas de mil milhões de dólares em dinheiro para os Estados Unidos. A recompra de acções no trimestre fez com que o caixa da Apple tivesse uma queda líquida de 145 mil milhões. "Devolvemos o dinheiro aos investidores como prometemos", disse Luca Maestri, vice-presidente financeiro
à Reuters em entrevista.

A Apple tem enfrentado uma encruzilhada desafiadora este ano com as vendas do seu carro-chefe iPhone X, que decepcionou muitos observadores. Os investidores observaram a Apple de perto nas últimas semanas, enquanto uma série de previsões ruins da cadeia de suprimentos de smartphones.