Embora a indústria da música esteja num estado de constante mudança, uma coisa parece ser sempre igual: as pessoas amam assistir os seus artistas preferidos ao vivo. Seja pela venda de CD ou pelo lucro com as plataformas de streaming, os maiores nomes nunca têm dificuldade de arrecadar muito quando colocam o pé na estrada. Em 2018, não foi diferente. Agora, com a chegada do fim do ano, é hora de saber quais foram os artistas que mais lucraram com as suas tournées.
Em primeiro lugar, com uma boa vantagem, está o britânico Ed Sheeran, com a sua tournée “Divide”. As apresentações, que ainda não chegaram ao fim, arrecadaram um total de usd 429 milhões em 2018, segundo a Billboard. Essa quantia é impressionante, uma das maiores de todos os tempos, mas não conta a história completa. O cantor começou a realizar os shows da tournée em 2017, em apoio ao seu álbum homónimo. Logo naquele ano, conseguiu arrecadar usd 100 milhões em vendas. Sheeran ainda tem algumas apresentações marcadas, e é possível que consiga mais usd 100 milhões até o final da temporada, em 2019.
Em segundo lugar, está a sua colega Taylor Swift, cuja tournée “Reputation World Tour” arrecadou mais de usd 315 milhões. Beyoncé e Jay-Z conseguiram o terceiro lugar da lista, após lançarem um álbum como o duo The Carters e entrarem em tournée novamente, com “On The Run II”, que arrecadou aproximadamente usd 253 milhões.
A lista das 10 tournées mais lucrativas é composta principalmente por ícones da música pop, apesar de alguns titãs do rock e uma estrela do country terem seu lugar. Embora não seja uma surpresa ver nomes como o da banda Rolling Stones no ranking, é surpreendente saber que eles arrecadaram mais de usd 117 milhões em apenas 14 shows, com uma média muito maior do que a de qualquer outro artista.
Bruno Mars foi o que mais realizou apresentações da lista, com um total de 100 4 e facturou Usd 237.770 milhões. A cantora Pink aparecem em quinto, com Usd 180 milhões em 88 apresentações.