O guitarrista Belmiro Carlos “Nito” abriu a semana com a sua campanha eleitoral para a presidência da União Nacional dos Artistas e Compositores (UNAC-SA), na província de Malanje, onde fez a apresentação, aos associados, do seu programa de acção. O acto eleitoral dos órgãos sociais da Unac-SA está marcado para 23 de Junho do corrente ano. Em entrevista à Angop, Belmiro Carlos adiantou que o seu programa tem como visão procurar recolocar a “locomotiva nos carris” e fazer com que o comboio da seriedade, modernidade, eficiência, e transparência retornem à Unac, e a promoção e valorização dos artistas angolanos. Belmiro Carlos, que já ocupou o cargo de secretário-geral da instituição nas presidências de Teta Lando e Arnaldo Calado, avançou que o seu projecto tem ainda idealizado a distribuição de direitos do autor e conexos de modo a atender o escope de membros da organização, respeitando estritamente os critérios de transparência e justiça, na base da Lei angolana e das boas práticas internacionais. O candidato pretende igualmente implementar, gradualmente e em todo o país, uma estrutura para a gestão, cobrança e distribuição dos direitos do autor e conexos, próximo aos usuários, seguro, desburocratizado e eficiente, desenvolver acções para regulamentação da cópia privada no país de acordo com a Lei dos Direitos do Autor e Conexos, reactivar as relações e contactos com a SPA, Cisac, Ompi e outras EGC internacionais e estrangeiras de modo a resgatar o respeito, a credibilidade, e reconhecimento internacional. É também pretensão promover, através do empresariado privado, com o apoio do Estado e da banca, a implementação de um projecto que vise a disseminação/construção de centros culturais e espaços nobres, por todo o país, para a exibição e o fluir das artes, e, a criação de um movimento artístico robusto e inclusivo.