O multimilionário Bill Gates voltou a ser a pessoa mais rica do mundo após superar Jeff Bezos, dono da Amazon. A disputa bilionária atingiu o seu ponto mais alto no mês passado e a vitória do empresário por trás da empresa do Windows foi confirmada pelo Bloomberg Billionaires Index, que mapeia diariamente as maiores fortunas do planeta Terra.
Bill Gates possui um património total de USD 110 bilhões, valor que cresceu cerca de 20 bilhões nos últimos 12 meses. Segundo a Bloomberg, um dos principais motivos para o empresário voltar a liderança foi um acordo feito com o Pentágono, que abriu mão de usar a estrutura de nuvem da Amazon para utilizar a tecnologia da Microsoft. A parceria rendeu 10 bilhões de dólares para a dona do Windows, o que fez as suas acções subirem quatro por cento e ajudaram na valorização dos bens de Gates.
O cofundador da Microsoft figura entre os maiores bilionários do mundo desde os anos 90. Em 2017, porém, a disputa ficou complicada por causa da boa fase da Amazon, que colocou Jeff Bezos no topo da lista de pessoas mais ricas do mundo.
Apesar dos números positivos o manterem na liderança nos últimos anos, Jeff Bezos perdeu bilhões em 2019 por causa da desvalorização das acções da sua empresa e também por causa de problemas pessoais. O comandante da companhia de Seattle se divorciou de MacKenzie Bezos, que ficou com um quarto da participação do cônjuge na Amazon e actualmente possui uma fortuna de USD 32 bilhões.
Os negócios também não vão bem no escritório e, além de ter perdido um contrato bilionário para a Microsoft.