A província de Cabinda acolhe a jornada da cultura nacional, cujo acto central acontece no próximo domingo (8), com a realização de uma “intensa” programação cultural.
O programa prevê diversas manifestações culturais destinadas a valorização do mosaico cultural angolano, a unidade e a coesão social, de acordo com as orientações do Chefe do Executivo.
A decorrer sob o lema “A cultura faz-se nos municípios, para valorizar e fortalecer o seu papel como factor de desenvolvimento”, o programa inclui conferências, palestras, sessões de cinema, teatro, dança, exposições de arte, gastronomia, poesia e lançamento de obras literárias e discográficas, como forma de exaltação da cultura nacional.
Para Luanda, o programa, cuja jornada terá lugar no Marco Histórico 4 de Fevereiro, reserva diversas actividades de rua, tais como teatro, artesanato e lúdicas.
O 8 de Janeiro foi aprovado como Dia da Cultura Nacional pelo decreto nº21 e publicado no Diário da República nº 87, I série, de Novembro de 1986, em homenagem ao discurso sobre a cultura nacional.
A efeméride foi instituída em reconhecimento ao seu pensamento, relativamente aos problemas que se prendem com a cultura nacional, bem como da importância que a cultura possui como um dos elementos constituintes do substrato da unidade nacional e factor essencial na afirmação da soberania do país e promoção do desenvolvimento.
Perante novos desafios, os angolanos têm celebrado esta efeméride com uma reflexão sobre a necessidade do posicionamento, cada vez mais actuante, por parte dos cidadãos, no sentido de consolidar a identidade cultural naciona