O Centro de Formação de Jornalistas (CEFOJOR) alberga, de 26 a 01 de Agosto a um de Setembro, em Luanda, a sétima edição da Feira Internacional da Música e da Leitura, a realizar-se sob o signo “Criar novos factos culturais”, uma orientação extraída de um dos discursos do Presidente da República, José Eduardo dos Santos.

O certame da música e da leitura é uma oportunidade, ímpar, de convívio e de intercâmbio cultural, abrindo desta forma inúmeras oportunidades comerciais, entre editores, produtores, livreiros e alfarrabistas nacionais e de países estrangeiros com representação diplomática em Angola, que pretendam dar a conhecer a sua literatura e música, nos diferentes géneros ao público que passar por lá durante os sete dias de exposição.

A sua realização está a cargo da editora Arte Viva, Edições e Eventos Culturais, com o apoio de instituições públicas e empresas privadas interessadas na concretização do projecto. Durante o certame, haverá, como tem sido habitual em edições anteriores, palestras, concertos musicais, recital de poesia, lançamentos de CD e livros. As entradas são livres e para todas as idades.

Participantes
O evento conta com mais de 40 expositores entre editores e livreiros, que já estão confirmados para a esposição e 14 países entre  os quais o Brasil, Portugal, Cabo Verde, Moçambique, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Estados Unidos da América, França, Grã-Bretanha, Itália, Alemanha, Espanha, Israel e Rússia e outros, que vão participar do certame mostrando a sua literatura e riquezas musicais.

Outro atractivo durante o evento serão as palestras e lançamentos de CD e livros com destaque para a obra intitulada “José Eduardo dos Santos e os desafios do seu tempo” do escritor José Mena Abrantes. Uma obra em dois volumes, organizados pelo escritor com mais de 400 páginas cada, em que o primeiro retrata a primeira República, que vai de 1975 a 1992, enquanto o segundo aborda a segunda República até aos dias de hoje. O projecto, segundo Jomo Fortunato, coordenador da Feira Internacional da Música e da Leitura, tem como objectivos fundamentais a promoção e circulação do livro e do disco, facilitando o seu acesso e circulação num só espaço, proporcionando à juventude angolana, principal público-alvo, às comunidades estrangeiras residentes e visitantes em geral o gosto e o conhecimento pelos principais referentes culturais no domínio da literatura, da música e das culturas internacionais.

Objectivo e alcance
A Feira Internacional da Música e da Leitura de Luanda visa ainda reforçar o intercâmbio cultural e comercial entre editores, livreiros, discotecários, músicos e os expositores estrangeiros, alargando e proporcionando o debate sobre questões musicais e literárias, constituindo o resultado do ciclo de palestras e debates, uma fonte de documentação e registo de vários acervos.