Viajar sozinho pode ser uma oportunidade muito interessante.Independentemente da personalidade do viajante, introvertida ou extrovertida, há várias dicas que podem ajudar a tirar o melhor proveito possível de uma viagem a sós.
Para começar a pensar na possibilidade, leve em consideração que há várias vantagens em viajar sozinho que talvez nunca tenha considerado. Uma delas é poder escolher o local e fazer o planeamento, afinal, está no controlo. Não é preciso convencer ninguém a mudar de planos ou se obrigar a seguir na rota do grupo da excursão. Por mais que perca os benefícios de viajar com outras pessoas, ir sozinho é melhor do que não ir. Viajar sozinho, inclusive, pode ser mais barato e menos estressante do quando a família inteira vai junto.
Se já está convencido a fazer uma viagem sozinho, veja, a seguir, algumas dicas para tirar o melhor proveito possível:
1. Não descuide da segurança - Como viajante solo, é preciso ter mais atenção do que o normal. No entanto, é possível tomar alguns cuidados, como deixar o seu itinerário com amigos ou familiares, enviar e-mails e mensagens de texto constantemente a eles e fazer posts nas redes sociais;
2. Crie conexões humanas - Por mais que esteja a viajar sozinho, ainda é uma pessoa sociável. Uma das partes mais legais de conhecer novos lugares é conhecer também novas pessoas;
3. Evite pagar taxas por estar sozinho - Viajar sozinho é mais barato em diversos aspectos, mas pode ser mais caro em outros;
4. Escolha a hospedagem de acordo com os seus interesses - Viajantes solo possuem milhares de opções de locais para ficar: Airbnb, hostels, acomodações do tipo bed and breakfast, pousadas. Por estar no controlo, acaba tendo mais flexibilidade para escolher o tipo de hospedagem, com base nos seus interesses;
5. Como escolher o destino - A máxima “o mundo está em suas mãos” nunca é tão verdadeira como quando estiver a viajar sozinho. Há poucas restrições. Pode jantar em restaurantes elegantes, conhecer museus de arte, saltar de paraquedas ou ficar na praia
e ler um livro sem interrupções.