O anúncio foi feito esta semana, à imprensa, em Luanda, pelo director-geral da DSTV Angola, Eduardo Continentino, quando perspectivava as acções para 2018, tendo explicado que o novo serviço de cartão de recarga vai permitir ao cliente fazer o carregamento a partir de sua casa, sendo um processo simples, prático e eficaz que poderá fazer toda a diferença no atendimento ao cliente.
Disse que com a introdução do cartão de recarga, dos vários pacotes de programas, não haverá necessidade do cliente se deslocar a uma agência da DSTV, a um banco comercial ou ao multicaixa para efectuar
o pagamento da subscrição.
Ainda em 2018, ressaltou, vai entrar em funcionamento a direcção de apoio ao cliente da DSTV, uma unidade que vai trabalhar “na antecipação” com o público no sentido de ultrapassar, de forma célere, selectiva e eficaz, eventuais
inquietações dos subscritores.
Segundo Eduardo Continentino, o objectivo dessas inovações é proporcionar o melhor entretenimento para todos os angolanos, com qualidade e da forma mais acessível. Este ano, precisou, a DSTV Angola inaugurou 10 lojas e, consequentemente, garantiu mais de 50 empregos directos e mais de cem indirectos, através de
agentes e instaladores DSTV.
Há 19 anos a operar em Angola, a DSTV está presente nas 18 províncias do país.