Cinco anos depois do lançamento do seu primeiro romance (O reino das Casuarinas), o escritor José Luís Mendonça coloca, dia 19, ao dispor dos leitores o seu novo rebento literário intitulado “Se os ministros morassem no Muceque”.
Trata-se de um romance histórico com duas histórias narradas em paralelo. A do narrador auto-digético, Nkuku, que conta a sua experiência traumática desde o início da luta de libertação, até 1987, e a história da fundação, na Floresta da ilha, de um reino, composto por sete deficientes mentais.