O artista plástico, Fernando Nunes, regressa 15 anos de uma notável ausência do mercado, com a presentação da sua exposição intitulada “Nos caminhos da consolidação da paz”, com a exibição de 30 obras inéditas. A exposição acontece desde segunda-feira, 19, no Centro Cultural Português - Camões, em Luanda, e trata-se de uma mostra individual do artista, que apresenta temas ligados à cultura ancestral angolana, reúne as suas obras inéditas e encerra no dia 11 de Janeiro de 2017, conforme avançou o artista à imprensa.
A obra “Nos caminhos da consolidação da paz”, marca a terceira exposição individual de Fernando Nunes, que surge como resultado de um prolongado trabalho de investigação e exalta a paz como a maior conquista do povo angolano e demonstra o seu olhar contemporâneo sobre a cultura nacional, os seus mitos, as suas lendas e a sua história.
Além disso, ele traz a mulher, na multiplicidade das suas faces, a welwitschia mirabilis, no esplendor da sua singularidade, assim como o embondeiro, árvore sagrada e mítica, que dão vida às suas obras.
Fernando Nunes já teve trabalhos como “Swswmwka” (despertar), em 1999, e “A arte no espaço e no tempo”, de 2001, que
fazem parte do seu repertório.
O artista conta, ainda, com a participação em mais de 20 exposições colectivas, que lhe permitiram conquistar os prémios Cidade de Luanda,
em 2004, e Sonangol, em 2006.