A longa-metragem de animação Another Day of Life “Um Outro Dia de Vida”, baseado nas experiências do jornalista polaco Ryszard Kapuscinski durante a guerra de libertação de Angola arrebatou o prémio de melhor, na sua categoria, no Anima Mundi 2019, edição paulista (Brasil). O filme narra a epopéia da cobertura jornalística de Kapuscinski, em 1975. Another Day of Life “Um Outro Dia de Vida” é uma produção de Raú de La Fuente e Damian Nenow (Polónia, Espanha, Bélgica, Luxemburgo, Holanda, Alemanha e Hungria). Ryszard Kapuscinski (1932-2007) é um expoente do chamado jornalismo literário e teve vários outros dos seus livros publicados no Brasil (como Guerra do Futebol, O Imperador, Ébano: Minha Vida na África). Durante a sua viagem por Angola Kapuscinski conheceu vários combatentes, em especial a guerrilheira Carlota, do MPLA, a quem passa a admirar. Carlota viria a morrer em combate logo depois.
Habilmente, o filme mistura a narrativa em animação a depoimentos ao vivo de pessoas que conviveram com Kapuscinski durante os dias de violência e esperança na construção de um novo país. Relata momentos cruciais, como um em que, já sabendo que tropas cubanas viriam em socorro de Angola, nega-se a transmitir a notícia para a sua agência, temendo uma interceptação por parte da CIA, que apoiava a direita. Muito elaborado do ponto de vista formal, dinâmico e fluído, Um Outro Dia de Vida é um filme emocionante, adulto e sincero.