Esta semana, Rick Osterloh, vice-presidente de hardware da Google, anunciou que a gigante das buscas fechou um acordo e adquiriu grande parte da equipa de design de hardware mobile da HTC.
Avaliada em aproximadamente 1,1 mil milhões, a negociação envolve mais de dois mil engenheiros da HTC, que passarão a trabalhar para a Google, mas permanecendo em escritórios em Taiwan.
Segundo o executivo da Google, a ideia é que a “equipa incrivelmente talentosa trabalhe em produtos ainda melhores e mais inovadores nos próximos anos”.
Osterloh também reiterou que todos os planos de produção de aparelhos Android e de produtos de realidade virtual não serão afectados com a concretização do acordo e que boa parte dos funcionários da divisão de pesquisa e desenvolvimento dos smartphones da linha Pixel agora fazem parte da Google.
As negociações entre a Google e a HTC só reforçam o sucesso da parceria entre as duas empresas, que foi essencial para que os aparelhos da linha Pixel se tornassem realidade no mercado dos smartphones.
Embora os dispositivos móveis da gigante das buscas ainda estejam longe de alcançar empresas grandes como a Apple e a Samsung, é possível que a aquisição da HTC seja um dos passos decisivos para que a Google conquiste uma posição mais competitiva neste sector nos próximos anos.
A HTC Corporation, formalmente High-Tech Computer Corporation, é uma empresa multinacional taiwanesa de smartphones e tablets com sede na cidade de Nova Taipé. Fundada em 1997, a HTC iniciou como fabricante de equipamentos, desenhando e fabricando dispositivos como celulares, touchscreen e PDAs e Brew MP.