O artista plástico angolano Guilherme Mampuya vai representar o país este mês, na 10ª edição da Semana Cultural da China e dos Países de Língua Portuguesa “Expo Macau/2018”, que será inaugurada dia nove, na cidade da Praia, numa organização do Secretariado Permanente do Fórum de Macau.
Neste evento, o representante angolano vai apresentar, no dia 13, uma exposição individual de pintura, intitulada “Somos Estrelas”, na Galeria de Exposições da Avenida da Praia, retratando as 12 figuras zodíacas, pintadas e compostas em 12 painéis em acrílico, soube a Angop, através de uma nota da assessoria do artista.
De acordo com o documento, Guilherme Mampuya vai aproveitar a actividade para promover o seu trabalho e trocar experiência com criadores chineses e dos países falantes da língua portuguesa, nomeadamente Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Portugal, Brasil, Timor-Leste e Macau.
“Somos estrelas é uma alegoria, um apelo desesperado do universo aos humanos para colocarem as suas acções em uníssono com o equilíbrio cósmico”, alerta o artista, citado na nota.
Além da exposição de obras de arte, a 10ª edição da Semana Cultural da China e dos Países de Língua Portuguesa, também conhecida como Expo Macau/2018 vai contar com espectáculos musicais, de dança e de teatro, envolvendo centenas de artistas lusófonos e alguns convidados extra-lusofonia.
Natural do Uíge, Guilherme Mampuya Wola conta com inúmeras obras de pintura, tendo já realizado mais de 30 exposições individuais e colectivas, tanto no país, como no estrangeiro. É vencedor da edição 2008 do Prémio “Ensa Arte”, e dedica parte do seu tempo a instruir jovens aspirantes a artistas plásticos.