O fim de 2018 foi bastante intenso para a Huawei: os produtos da gigante chinesa se tornaram alguns dos mais reconhecidos do mundo num período de tempo que pode ser considerado curto; afinal, foram exportados mais de 200 milhões de smartphones ao longo do ano – o que são excelentes números para a empresa, já que as vendas em 2017 foram de apenas 150 milhões.
Assim, a gigante passou na frente até mesmo da Apple, conseguindo o segundo lugar do ranking de maiores fabricantes de smartphones no mundo, onde a primeira posição é ocupada pela Samsung. Os dispositivos da linha P20 e Mate 20 fizeram sucesso com o público, com vendas de 16 e 5 milhões, respectivamente. Já o Nova 4, uma das novidades lançadas, teve vendas de mais de 65 milhões de dispositivos pelo mundo.
Estes números ganham ainda mais destaque se lembrarmos que a Huawei teve seus dispositivos banidos em diversos locais em função de possíveis vazamentos de dados. Além disso, Meng Wanzhou, directora financeira da empresa, foi presa por ter violado sanções impostas ao Irão.
Agora, a grande questão é descobrir se a gigante chinesa irá conseguir manter estes números no futuro - principalmente porque a Huawei saiu na frente dos concorrentes neste ano. Por outro lado, a indústria de smartphones tem mostrado mais estabilidade.