Sete pontos do sistema gratuito para internet, enquadrados no projecto “Angola online” foram inaugurados a semana passada, em Caxito, província do Bengo, pelo ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha. O ponto instalado na Escola Superior Pedagógica do Bengo abrangerá a Escola de Formação de Técnicos de Saúde (EFTS), o Hospital Municipal do Dande e o campo de futebol da Açucareira.
Os outros locais são a Escola do I ciclo, situada no bairro Social da Juventude, com um laboratório de informática com 10 computadores, a Escola 306 (15 computadores), a Edições Novembro (Jornal de Angola), a Direcção do Infosi, no largo Abel dos Santos, o Puniv (ISTA) e Marilú (Açucareira).
Estas zonas são consideradas as de maior concentração populacional, particularmente de usuários de internet, visando promover a inclusão digital dos cidadãos através do acesso grátis e massivo às novas tecnologias de informação.
Em declarações à imprensa, José Carvalho da Rocha, disse que o país, em particular na província do Bengo, regista-se um aumento exponencial de acesso e uso das tecnologias de informação.
Referiu que cada ponto montado é uma oportunidade para que as pessoas possam entrar no mundo digital, podendo comunicar e investigar matérias que lhes satisfaça.