O director criativo da Chanel morreu esta semana aos 85 anos em Paris. Três décadas à frente da marca francesa, o designer conhecido como "Kaiser Karl" estava doente há várias semanas. O designer estavva associado às marcas Chanel e Fendi segundo a publicação francesa Closer.

Apesar de a notícia ser avançada por diferentes meios franceses, a Chanel ainda não emitiu qualquer comunicado. Segundo a WWD, publicação especializada na área, Karl Lagerfeld trabalhou até ao último instante.

Quando em Janeiro último faltou a dois desfiles da marca francesa, coisa que raramente fazia, a indústria ficou atenta e preocupada também. Na altura, fontes da Chanel limitaram-se a afirmar que o designer estaria a sentir-se cansado.

Lagerfeld era o director criativo da Chanel desde 1982. Nascido na Alemanha, tinha 85 anos e levava outros 35 à frente da marca de moda francesa que ajudou a alavancar. A Lagerfeld é-lhe reconhecido o mérito de ter ressuscitado a griffe que, até à sua vinda, estava a ser considerada antiquada.

Segundo o El País, Lagerfeld criava 10 colecções de moda por ano (e ainda duas para a italiana Fendi). O mesmo jornal acrescenta que o designer tinha também mão nas fotografias produzidas para as campanhas.