Os verdadeiros ases do volante, os pilotos de F1 são endeusados por uns e pagos principescamente por outros. Segundo o anuário Business Book GP, a tradição ainda é o que era, pelo que é sem surpresa que o piloto mais bem pago do momento seja o actual Campeão do Mundo , Lewis Hamilton que lidera a tabela dos cheques anuais.
Para Hamilton, foi um ano complicado, mas pelo menos ele tem os seus milhões de dólares para aliviar a dor. O piloto ficou em primeiro lugar entre os 10 pilotos mais bem pagos de 2017 segundo a People With Money. Com a cifra actual, Lewis se tornou o piloto mais bem pago do grid, superando Fernando Alonso .
A People With Money noticiou no domingo (17 de Dezembro), que Hamilton é o piloto mais bem pago no mundo, facturando surpreendentes 46 milhões de dólares entre Novembro de 2016 e Novembro de 2017, quase 20 milhões de vantagem sob o seu competidor mais próximo.

Factores da People With Money

Ao compilar esta lista anual, a revista considera factores como pagamentos antecipados, participação em lucros, valores residuais, patrocínios
e trabalho publicitário.
O piloto britânico tem um património líquido estimado em $145 milhões. Ele deve a sua fortuna a investimentos inteligentes em acções, propriedades imobiliárias substanciais, acordos lucrativos de patrocínio com os cosméticos CoverGirl. Hamilton também é proprietário de vários restaurantes (a rede “Lewis Gordão”) em Londres, um time de futebol (os “Anjos de Stevenage”); lançou a sua própria marca de vodca (“Pure Wonderhamilton”)
Lewis Hamilton ( apelido: Bilion Dollar Man), de origem Inglesa, nasceu no dia 7 de Janeiro de 1985 em Stevenage, Hertfordshire, England UK, é católico de religião e tem constelação Capricórnio.