Segundo relatos da equipa de gestão de iates, em Mónaco, do Imperial e do renomado estaleiro alemão Lürssen, o Project Shu passou por testes no Mar do Norte no início deste ano e está programado para ser entregue ao seu dono na próxima estação. Como a embarcação também é um símbolo do luxo, com mais de 136 metros de comprimento, é o maior super iate a ser lançado neste ano até o momento.
Não é surpresa que o Project Shu esteja no topo da lista dos “maiores iates” deste ano. A Lürssen tem uma reputação estelar de construir algumas das melhores embarcações da categoria, com um impressionante design exterior, do experiente estilista de iates Espen Pino, e um interior de luxo de Mark Berryman. A grande surpresa é eles terem mantido um iate em grande segredo durante a sua construção. De facto, este projecto foi um dos mais secretos do estaleiro.
A escala do Project Shu permite dois helipontos separados, localizados no deck traseiro e no convés, que podem acomodar os maiores helicópteros do mundo. Enquanto isso, o equilíbrio e as proporções do iate permitem grandes decks externos, que oferecem uma variedade de opções para os proprietários
e convidados desfrutarem.

Área de entretenimento
Alguns conveses têm áreas de entretenimento abertas e ensolaradas e outras fechadas, mais formais e intimistas. Também há uma grande piscina, que passa pelo convés principal e pelos terraços e plataformas, o que permite fácil acesso à água para praticar desportos e relaxar.
“O Project SHU representa um marco importante para o Imperial”, diz Julia Stewart, directora da companhia. “Nossas ligações fortes e dinâmicas com a Lürssen, Espen Pino e Mark Berryman ajudaram a construir um dos super iates mais impressionantes da próxima década”.
Peter Lürssen, sócio-gerente do estaleiro, diz: “O Shu atende aos pedidos de um proprietário muito experiente, de forma excepcional. A contribuição dele em todos os aspectos do design do iate era clara, forte e exigente. Construir esta embarcação foi um desafio significativo e estamos muito orgulhosos dessa conquista, que representa outro marco notável em nossa história”.