A Mercedes, maior fabricante de carros de luxo do mundo, anunciou esta semana, o lançamento da primeira série de automóveis eléctricos com baterias, num projecto de 10 mil milhões de euros que pretende combater o domínio da Tesla neste segmento de carros de luxo.
A “crossover” Mercedes EQC será a primeira unidade da linha EQ, sendo que a produção deverá arrancar já no primeiro semestre do próximo ano, na fábrica de Bremen, onde é fabricada a Class C.
Dieter Zetsche, CEO da Daimler, que controla a Mercedes, revelou em Estocolmo que o lançamento do EQC faz parte de um plano para desenvolver uma série de modelos de elevada qualidade.
O investimento previsto é de 10 mil milhões de euros e o objectivo passa por combater o domínio da Tesla. Uma estratégia que está já a ser seguida por outras marcas, como a Porsche (que lançou o Taycan), a Audi (E-tron) e a Jaguar (I-Pace).
O objectivo da Daimler passa por ter na sua oferta 10 veículos totalmente eléctricos em 2022, como faz parte dos seus planos investir mil milhões de euros na produção de baterias em oito fábricas em vários pontos do mundo.