A Aston Martin entendeu que seria altura de diversificar o negócio. A série limitada da AMB 001 vai permitir-lhe facturar para cima de 10 milhões de euros
O salão de Milão dedicado às duas rodas conta, este ano, com a presença da Aston Martin. O EICMA, que esta semana abriu portas, foi o palco escolhido pela marca britânica para revelar qual o resultado da sua primeira incursão pelo universo das motos, com a apresentação da AMB 001.
Para se mover num terreno que lhe era, até agora desconhecido, o construtor de Gaydon aliou-se à Brough Superior, fabricante também inglês com aspirações a afirmar-se como a “Rolls-Royce das motos”, apesar de ter desaparecido após a Segunda Guerra Mundial. Agora com uma nova fábrica em França, mais concretamente em Toulouse, será a Brough Superior que vai construir e montar à mão apenas 100 unidades da AMB 001.
A manufactura e a exclusividade associadas à primeira moto da Aston Martin justificam o preço anunciado: 108 mil euros ,ou seja, sensivelmente o preço de um Porsche Cayenne.
Aliás, se considerarmos especificamente o mercado francês, a moto da Aston Martin consegue ser mais cara do que um 911 Carrera, cujo preço em França – local onde será produzida – se inicia nos € 106.654.  O protótipo é descrita como um item para coleccionadores.