O Qatar, um país rico do Golfo Pérsico, comprou um dos edifícios mais emblemáticos de Nova Iorque, o Plaza Hotel, por cerca de 600 milhões de dólares, adquirindo um empreendimento que pertenceu ao presidente norte-americano Donald Trump, no seu portfólio de propriedades de luxo.
A Katara Holding, estatal do Qatar, está a comprar a propriedade total do hotel, incluindo uma participação de 75 por cento do grupo empresarial indiano Sahara India Pariwar, disse à Reuters uma fonte familiarizada com o acordo. A Katara e Sahara não estavam disponíveis para comentar. A fonte não quis ser identificada já que a informação não é pública.
O Qatar tem comprado os principais hotéis e propriedades de luxo do Ocidente na última década, como parte de um esforço do seu fundo soberano de 300 mil milhões para diversificar a riqueza que acumula com as exportações de gás e petróleo.
O país, maior exportador de gás natural liquefeito do mundo, já possui hotéis de referência como The Savoy e The Connaught, em Londres.
O seu fundo de investimento, o Qatar Investment Authority, também investiu em grandes empresas ocidentais, como a montadora Volkswagen e a gigante de mineração Glencore.