Um relógio Patek Phillipe quebrou sábado passado o recorde de mais caro do mundo ao ser leiloado por 28 milhões de euros. O leilão de caridade foi organizado pela Christie’s em Genebra, Suíça, e os lucros reverterão para a pesquisa na área da distrofia muscular, avança o The Guardian.
Criado especialmente para o leilão de caridade “Only Watch”, o Patek Philippe Grandmaster Chime 6300A-010, foi comprado por uma licitante particular por telefone. O leilão durou apenas cinco minutos no Four Seasons Hotel des Bergues. A razão é explicada pelo facto de se tratar de uma causa nobre, referiu Sabine Kegel, chefe do departamento de relógios da Christie’s em Genebra.
O Grandmaster Chime bateu o recorde anterior, estabelecido por um Daytona Rolex que pertenceu a Paul Newman e foi vendido por 16 milhões de euros em 2017. O Grandmaster Chime tem dois mostradores em ouro rosa e preto, sendo reversível, e é feito de aço inoxidável.