A marca francesa revelou o K-ZE, a versão 100 por cento eléctrica do Kwid que pressupõe ser o seu veículo mais barato movido à bateria, mais acessível do que o Zoe. E com uma autonomia de 250 km.
A apontar para um preço inferior a 20 mil euros, o Renault K-ZE é ainda apenas um protótipo, mas vai poder ser visto a circular em breve na China, onde será igualmente construído.
Com base no Kwid, uma espécie de Captur mais pequeno comercializado exclusivamente em mercados menos exigentes do ponto de vista da segurança, da Índia à China, passando por alguns mercados da América Latina.