O Ministério da Economia e Planeamento lançou, no Lubango, Huíla, o Programa de Fortalecimento da Resiliência, Seguridade Alimentar e Nutricional em Angola (FREZAN), que visa erradicar a fome no País.
Para o alcance das metas de erradicação da pobreza, o programa prevê uma agricultura mais inclusiva, rentável e sustentável, para melhorar as oportunidades de emprego no meio rural.
Na ocasião, o ministro da Economia e Planeamento, Pedro Luís da Fonseca, considerou que a segurança alimentar e nutrição consiste em assegurar que as populações tenham mais alimentos suficientes, acessíveis e nutritivos. Referiu que o alcance desta meta exige a conjugação de uma série de sinergias. Disse que esse projecto oferece também oportunidades de incrementar as capacidades operacionais para os colaboradores.