O pleito eleitoral na União Nacional dos Artistas e Compositores Angolanos-Sociedade de Autores (UNAC-SA) marcado para 17 deste mês vai contar com a participação do eleitorado das províncias de Luanda, Cabinda, Malanje, Huambo e Benguela. Para este processo, a província de Cabinda inscreveu 134 eleitores, Malanje 234, Benguela 264 e Huambo 591.
A inclusão da população votante das províncias em causa surge depois da avaliação feita pela Comissão Eleitoral, na sequência do recurso apresentado pela lista B liderada pelo músico Belmiro Carlos que considerou de ilegal e sem fundamento a decisão inicial de exclusão dos associados das localidades em causa tomada pela comissão eleitoral.
No seu recurso, o candidato da lista B argumentou que os associados dessas províncias reuniam todos os requisitos e estavam em condições de participar no acto de escolha dos novos membros da organização, razão pela qual não se entendia a sua exclusão da lista da população votante que tinha sido reduzida apenas a Luanda.