A entrega às causas da preservação da cultura nacional por parte do grupo carnavalesco União Jovens Independentes do Kingungo foi apontada, nesta quinta-feira, Caxito, província do Bengo, pelo secretário de Estado das Industriais Culturais e Criativas, João Constantino, como o factor determinante para a homenagem que a referida agremiação recebeu do Ministério da Cultura (Mincult). O responsável, que falava no acto de homenagem ao grupo no âmbito da edição 2018 do carnaval angolano, afirmou que ao longo dos seus 40 anos de existência, a colectividade tem sabido defender, expandir e divulgar os traços carnavalescos da província do Bengo, tornando-se numa das principais referências do Entrudo desta região do país. Segundo João Constantino, a agremiação, que tem no semba o seu estilo de dança predilecto, se destacou pela persistência em transmitir às novas gerações o valor da angolanidade e o peso da cultura nacional nas comunidades. Aconselhou aos integrantes do grupo a manterem a coesão e a firme determinação no processo de divulgação e valorização da cultura angolana, tendo sempre como foco o desenvolvimento do mundo da cultura nacional. No âmbito do programa de homenagem aos grupos carnavalescos na presente edição, o Mincult já distinguiu o grupo União Jovens da Cacimba, da província de Luanda. O grupo do Kingungo conquistou 15 títulos, em 37 participações no carnaval na província do Bengo.