A popularidade do kudurista W King suplantou a dos Lambas ao confirmar-se que o músico ganhou o Top Kuduro/edição 2013, realizado na noite de sábado, no Cine Atlântico, em Luanda.

Mil 659 votos a favor do defensor da “filosofia rastafari”, rendeu ao autor do lamento “Não leva a mal” 800 mil kwanzas. Nagrelha e Bruno King, vocalistas dos Lambas, conseguiram com o tema “Provou e gostou” apenas 410 votos do povo e foram distinguidos com a categoria de melhor produção musical, que lhes valeu 300 mil kwanzas.

O júri, presidido pelo crítico musical Jomo Fortunato, integrado pela investigadora das artes Agnela Barros e pelo promotor de eventos Mukano Charles, considerou o tema “Mãe quero voltar” como a melhor letra. Esta música é de Nene King e foi premiada com 200 mil kwanzas.

A categoria de kuduro revelação foi atribuída ao kudurista Chetekela, intérprete do tema “É pra ficar” que recebeu mil 332 votos.
A organização da gala homenageou o produtor musical Beto Max, que levou 100 mil kwanzas e a empresa Cuca foi distinguida com uma menção honrosa.

Própria Lixa e Nacobeta também fizeram parte do concurso de kuduro realizado pela estação radiofónica “Rádio Escola”. Puto Português não esteve presente por estar ausente do país.