O índice da actividade dos gestores de compras do sector industrial (PMI, na sigla em inglês) do Japão mostrou uma expansão mais rápida do que o esperado em Agosto, ao passo que as empresas do sector industrial da zona do euro registaram seu melhor mês de crescimento em seis anos e meio, acção conduzida por um forte desempenho na Alemanha.
Os dados divulgados na quarta-feira desta semana sobre a actividade industrial durante o mês de Agosto mostraram crescimento sólido do sector privado a nível mundial.
Por outro lado, apesar das leituras positivas no crescimento da indústria no sector privado no mundo todo, as bolsas registavam reações ambíguas já que as atenções continuam voltadas a políticas norte-americanas e investidores esperam indicações sobre a trajectória futura da política monetária na reunião global de dirigentes de bancos centrais em Jackson Hole.
O mercado futuro dos EUA apontava para uma abertura em baixa uma vez que os investidores colhiam os lucros após o Dow registar o maior salto desde Abril na sessão anterior.
Além disso, as bolsas europeias negociavam em diferentes direcções, com acções do sector de comunicação a pressionar para baixo as principais referências após a gigante de publicidade WPP reduzir as projecções de vendas devido ao enfraquecimento da demanda.
Mais cedo, as bolsas asiáticas encerraram em diferentes direcções em pregão com cautela antes da reunião de dirigentes de bancos centrais. Neste dia, Hong Kong permaneceu fechada devido ao furacão Hato.