A delegação angolana, chefiada pelo ministro Botelho de Vasconcelos, e que está presente em Viena, busca unir a sua voz a dos demais parceiros e conjuntamente acertarem os caminhos da retoma de preços.
Por outro lado, o ministro Botelho de Vasconcelos aprovou, para o ano de 2017, um programa de acompanhamento das actividades de comercialização de derivados de petróleo nas zonas do interior.
Conforme noticiado na página de internet do Ministério dos Petróleos (MINPET), a actividade que tem vindo a ser cumprida desde Março abrange quatro províncias, designadamente Malanje, Lunda Norte, Uíge e Zaire, e tem como finalidade identificar no local a problemática da distribuição dos derivados de petróleo nos municípios desprovidos de postos de abastecimento de combustível, bem como identificar soluções locais que permitam reduzir, de maneira razoável, a dependência dessas comunidades em relação aos grandes centros de
distribuição de derivados.