O Banco Nacional de Angola efectuou no dia 10 do corrente, uma sessão de leilão de venda de divisas, tendo colocado no mercado primário o montante de 50 milhões de euros para importação de matéria-prima e pagamento de serviços para cobertura de operações de pequenas e médias empresas.
Desta sessão, foi apurada a taxa de câmbio média ponderada de 268,462 kwanzas por euro, com depreciação de 0,387 por cento, passando a vigorar a tabela de câmbios que se anexa.
Contribuíram para o apuramento da taxa de câmbio de referência 17 dos 25 bancos participantes, tendo a taxa mais alta sido de 268,819 kwanzas por euro e a mais baixa de 268,097 kwanzas por euro.
No entanto, na sessão realizada o Banco Angolano de Investimento (BAI) adquiriu 4,5 milhões de euros, ao passo que o Banco Comercial Angolano (BCI) 3,4 milhões e o BCGA 1,9 milhões de euros. O Banco Comercial do Huambo (BCH) licitou 5, 4 milhões, o Banco de Comércio e Indústria (BCI) três milhões, o Banco Económica 6 milhões, enquanto o Banco de Fomento Angola (BFA) comprou 4,2 milhões de euros.
Já o Banco Internacional de Crédito (BIC) licitou 6,2 milhões de euros, o BKI 1,5 milhão, o Banco de Poupança Ecrédito (BPC) 6,2 milhões, o BVB 1 milhão, o FNB 8 milhões, o KEVE 1,8 milhões e o Stander Bank Angola (SBA) 1 milhão de euros. o banco SOL 6, 1 milhões de euros, o VTB 1,3 e o banco YETU 500 milhões de euros, num total de 50 milhões de euros vendidos.