O Banco Nacional de Angola (BNA) realizou, de 17 a 21 deste mês, vendas de divisas ao mercado no montante de 173,5 milhões de euros, equivalente a 193,9 milhões de dólares.
De acordo com o boletim semanal do banco central, publicado na sua página de internet, os valores disponibilizados visaram apoiar várias operações, sendo que 61,2 milhões de euros, a maior fatia da semana, foram para cobertura de operações com Cartas de Crédito asseguradas pelo BNA para o Sector da Indústria, Pescas, Saúde e Bens Alimentares.
Já para cobertura de operações do sector petrolífero foram cedidos 53,7 milhões. Outros 26,7 milhões foram para a cobertura de operações para Diversos Sectores; 8,9 milhões para cobertura de operações do Sector das Companhias Aéreas; 8,9 milhões para cobertura de operações com Viagens, Ajuda Familiar, Saúde e Educação; 8,9 milhões para cobertura de operações de Cartões de Crédito; 5,0 milhões para cobertura de operações para Reposição Cambial e 90,9 mil para cobertura de operações de Ministérios e Organismos do Estado.
O BNA atesta que a taxa de câmbio média de referência de venda do dólar americano do mercado cambial primário, apurada ao final da semana foi de 166,744 kwanzas. Já a taxa de câmbio média de referência de venda do euro do mercado cambial primário, apurada ao final da semana foi de 186,298 kwanzas.
Para a gestão corrente do Tesouro Nacional, o Banco Nacional de Angola, enquanto operador do Estado, colocou no mercado primário Títulos do Tesouro no montante de 18,9 mil milhões de kwanzas, sendo 16,7 mil milhões em Bilhetes do Tesouro (BT); 1,2 mil milhões em Obrigações do Tesouro indexadas ao câmbio (OT-TXC). 952,6 milhões de kwanzas foram em Obrigações do Tesouro Não Reajustadas (OT-NR).
As OT-TXC emitidas foram nas maturidades de 3 anos à taxas de juro nominal de 7,00 por cento as OTNRM foram emitidas na maturidade de 2 anos a 20,50 por cento ao ano.
As taxas de juro médias apuradas para os BT nas maturidades de 91, 182 e 364 dias situaram-se em 16,15 por cento ao ano para 91 dias; 20,25 para 182 dias e 23,90 por cento ao ano para 364 dias.
No segmento de venda directa de títulos ao público foi colocado o montante de 3,4 mil milhões de kwanzas, em BT nas maturidades de 91, 182 e 364 dias e OT na maturidade de 3 anos.

Operações Monetárias

Para efeitos de regulação monetária, o BNA realizou operações de mercado aberto (OMA) no montante de 86,1 mil milhões de kwanzas, nas maturidades de 7, 28 e 63 dias, à taxas médias de juro de 7,50; 11,00 e 13,00 por cento ao ano, respectivamente.
No mercado interbancário, os bancos comerciais realizaram entre si operações de cedência de liquidez sem garantia de títulos, no montante acumulado de 32,3 mil milhões de kwanzas, em maturidades de 1 a 31 dias, a taxa média de juro entre 18,63 à 22,40 por cento ao ano.

Vendas sobem no II trimestre

O montante de divisas vendidas pelo Banco Nacional de Angola em Junho recuperou das reduções consecutivas verificadas nos meses anteriores, ao atingir cerca de 907,62 milhões de euros, que corresponde a um incremento de 55 por cento face ao mês de Maio.
O valor verificado representa o terceiro maior montante desde o início do ano. Paralelamente, a taxa de câmbio permaneceu inalterada, fixa em 185,4 kwanzas por cada euro.
Dados do BNA advogam que o montante global de dívida pública disponibilizada na segunda semana do mês de Junho situou-se em 19,6 mil milhões de kwanzas, que corresponde a uma redução de 35 por cento em comparação à semana anterior, influenciada pela contracção, em 71,12 por cento, da dívida colocada no mercado primário que se fixou em 6,7 mil milhões de kwanzas, de acordo com dados do banco central
Destaca-se que no segmento na venda directa ao público a tendência foi contrária, verificando-se um incremento de 86,96 por cento durante o período em análise, atingindo os 12,9 mil milhões de kwanzas.