O Banco Nacional de Angola (BNA) injectou à banca comercial, na última semana, 207,3 milhões de euros, (equivalente a 227,6 milhões de dólares) um valor mais que duplicado face ao período anterior, numa altura de restrições no acesso à moeda estrangeira.
A informação consta do relatório semanal do BNA sobre a evolução dos mercados monetário e cambial, entre 06 a 10 de Novembro, e surge após os 80,1 milhões de euros e 74,5 milhões de euros disponibilizados nas duas semanas anteriores.
Segundo o documento, a taxa de câmbio média de referência de venda do mercado cambial primário, apurada pelo banco central no final da última semana, manteve-se praticamente inalterada nos 166,748 kwanzas por cada dólar e nos 186,302 kwanzas por cada euro.
No último leilão, as divisas vendidas, que se mantêm exclusivamente em euros há mais de um ano, cobriram as necessidades do sector de bens alimentares (158,5 milhões de euros), e igual valor para os sectores de cartões e cartas de crédito
(8,9 milhões de euros), cada.
No total foram 6 os sectores beneficiados, inclusive as operações com o sector de Telecomunicações (4,5 milhões de euros) bem como o sector Ministérios e Organismos do Estado (14 mil euros).

Mercado Interbancário

No mercado interbancário os bancos comerciais realizaram entre si operações de cedência de liquidez sem garantia de títulos, no montante acumulado de 80,8 mil milhões de kwanzas nas maturidades de overnight a 5 dias, à taxas médias de juro 15,75 e 18,00 por cento ao ano.

Operações fiscais

Para a gestão corrente do Tesouro Nacional, o Banco Nacional de Angola, enquanto operador do Estado, colocou no mercado primário Títulos do Tesouro no montante de 58,5 mil milhões de kwanzas, sendo 41,5 mil milhões de kwanzas em Bilhetes do Tesouro (BT); 17,0 mil milhões em Obrigações do Tesouro indexadas ao câmbio (OT-TXC) e 1 mil milhões de kwanzas em Obrigações do Tesouro Não Reajustadas (OT-NR). As OT-TXC emitidas foram nas maturidades de 3, 4, 5 e 6 anos à taxas de juro nominal de 7; 7,25; 7,50 e 7,75 por cento ao ano, respectivamente.
As taxas de juro médias apuradas para os BT nas maturidades de 91, 182 e 364 dias situaram-se em 16,15 por cento ao ano para 91 dias; 20,25 para 182 dias e 23,90 para 364 dias.
No segmento de venda directa de títulos ao público foi colocado o montante de 5,9 mil milhões de kwanzas, em BT nas maturidades de 91, 182 e 364 dias e OT nas maturidades de 3, 4, 5 e 6 anos.

Luibor

A luibor overnight (1 dia), apurou no último dia da semana, com base nas cedências de liquidez acima referidas, situou-se em 15,75 por cento ao ano, com variação de -1,61 pontos percentuais face à semana anterior.
A luibor para as maturidades de 30, 90, 180, 270 e 360 dias situou-se em 17,96; 18,81; 19,69; 21,86 e 23,14 por cento/ano com variação entre -0,31 e 0,10 pontos percentuais em todas maturidades, face a semana anterior.