O barril de petróleo Brent para entrega em Abril começou a ser negociado nesta quinta-feira em alta no mercado de futuros de Londres, cotado a 66,39 dólares, uma variação de 1,78 por cento em relação ao fecho da sessão anterior. Na quarta-feira, os contratos futuros do Brent, que são a referência das exportações de Angola, operaram em alta 66,58. Já na sexta-feira anterior, o Brent também operou em alta ao atingir o preço mais alto deste ano que já leva 60 dias. As explicações dos especialistas coincidem e vão ao encontro da medida de corte na oferta empreendida pela Opep, fundamentalmente pela Arábia Saudita, como sendo a principal razão do
estímulo aos investidores.
O Brent subia 0,38 dólar, 0,59 por cento, a 64,95 dólares por barril. No pregão do dia, os preços dispararam para cima dos 65 dólares, situação verificada neste ano pela primeira vez. Para esta semana estima-se uma relativa alta até aos 67 dólares.