O barril de Brent iniciou esta semana com a mesma tendência de alta com que fechou a semana passada. Os 78 dólares com que estão a ser transaccionadas as encomendas para entrega em Julho, face a trajectória positiva que está a ser observada, motiva os investidores.
De acordo com várias agências noticiosas, há mesmo quem já comece a vislumbrar o regresso dos preços “loucos” do crude, prevendo que até o final deste ano o barril possa chegar aos usd 100.
Esta semana, os preços do barril de Brent, que serve de referência às exportações angolanas, oscilou entre os 78,57 dólares; 78,42 e na quarta-feira, no fecho desta página, estava a ser transaccionado barril de cerca de 122 litros ao preço de 78,21 dólares.
As marcas continuam a ser assinaláveis para os investidores. Depois de Novembro de 2014, esta é a primeira vez em que os preços vão até aos 78 dólares, sendo que já terá nesse intermédio batido ao fundo em menos de 35 dólares.
As expectativas colocam-se em como a reunião de finais de Junho da Opep poderá afectar este curso ascendente, embora admita-se que uma eventual mudança no cenário geopolítico poderá trazer novas mexidas nos preços, seja para cima, fosse para baixo.
As entradas financeiras do mês de Julho de várias economias, com realce para Angola, que tem no petróleo sua principal matéria-prima exportável e fonte de receitas, vão reflectir um crescimento considerável.