As cotações do petróleo em Nova Iorque terminaram em leve alta na última sexta-feira estimuladas pelos números do emprego nos EUA, de bom presságio para o consumo energético.

No New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril do tipo “light sweet” (WTI) para entrega em Janeiro subiu 27 centavos, a 97,65 dólares.

O emprego melhorou nos EUA em Novembro e a taxa de desemprego baixou para 7,00 por cento, seu nível mais baixo em cinco anos.

A economia americana criou 203 mil empregos, um número que supera as previsões de analistas. Esperava-se uma taxa de desemprego em leve queda, mas a 7,2 por cento e com 188 mil novos postos.

“São números realmente muito sólidos”, destacou Carl Larry, da Oil Outlooks and Opinion.

“Isso reflecte uma economia mais forte, um mercado de trabalho mais forte e deveria traduzir-se numa demanda de crude mais significativa, graças a um consumo mais alto de gasolina, combustível de calefação e combustível para aviões”, completou.

Ao mesmo tempo, o mercado oscilou, porque “você se pergunta se (com esses números, a Federal Reserve) vai decidir reduzir o seu programa de apoio à economia” na sua próxima reunião dos dias 17 e 18 de Dezembro, ou se fará isso mais tarde, comentou Matt Smith, da Schneider Electric.

Actualmente, o Fed compra 85 mil milhões de dólares mensais em bónus do Tesouro e títulos hipotecários. As injecções de liquidez favorecem a bolsa.