Representantes da empresa chinesa Citic International Contracting manifestaram nesta quarta-feira, no Uíge, a intenção de investir no sector agrícola, na cultura de arroz e café.

O grupo, chefiado por Wei Hong, manifestou esta intenção durante um audiência com o governador provincial em exercício, Piedade Samuel Hebo Benze.

Segundo o dirigente da comitiva, a equipa está a trabalhar, nesta primeira fase, na investigação do clima das províncias de Angola para se encontrar regiões favoráveis para os tipos de culturas que pretendem praticar (arroz e café), adiantando que a empresa dispõe de tecnologias avançadas para o efeito.

Entretanto, a governadora provincial em exercício, agradeceu a presença da delegação chinesa na província, augurando que a China venha a ser um parceiro muito importante para o desenvolvimento sócio-económico do país.

Reconheceu que o investimento da comitiva chinesa, dedicado ao sector agrícola, vai contribuir para o incremento da agricultura na região, tendo em conta os recursos hídricos e florestas de que dispoem.

Afirmou que os camponeses da região enfrentam dificuldades em termos de aquisição de tecnologia de ponta.

Nesta quarta, a equipa chinesa, acompanhada por responsáveis locais da agricultura, foi ao município do Sanza Pombo, 155 quilómetros da cidade do Uíge.