O Executivo entende que uma das soluções de se ultrapassar as dificuldades que o mercado nacional enfrenta, neste momento, passa pela consolidação orçamental.
Neste desafio, figuram também o processo de privatizações de empresas públicas de modo a dinamizar o tecido empresarial.
Os dados foram avançados, recentemente, pela secretária de Estado para as Finanças e Tesouro, Vera Daves, à margem da Feira do Investidor,
realizada em Luanda.
“Quer o mercado bancário, assim como o segurador têm, igualmente, responsabilidades no processo de estabilização macro-económica, que se vai consolidar a curto prazo”, referiu.
Sob iniciativa da Comissão de Mercado do Capitais (CMC), o evento, que reuniu durante três dias vários “players” do mercado financeiro, teve como meta proporcionar oportunidades de aprendizagem sobre poupança e investimento.
Foram abordados temas como a importância da inclusão financeira, protecção do investidor e ainda o investimento no mercado de valores mobiliários.
Portal do investidor
O país dispõe desde Junho de um “Portal do Investidor”, um instrumento financeiro que permite que qualquer cidadão possa rentabilizar a poupança, sem necessidade de recorrer a mecanismos burocráticos ou às anteriores limitações que eram de exclusividade dos mercados primário e secundário.