O governo dos Estados Unidos está a considerar a possibilidade de suspender normas criadas para reduzir o risco de desastres ambientais na exploração de petróleo em águas americanas.
As regras que o presidente Donald Trump quer derrubar foram criadas pelo governo do ex-presidente Barack Obama depois do maior desastre ambiental dos Estados Unidos.
Em Abril de 2010, a plataforma de exploração de petróleo em águas profundas Deepwater Horizon teve um vazamento de gás metano que provocou uma explosão violenta.
Onze pessoas morreram e 115 funcionários foram retirados de helicóptero. A tragédia foi contada no filme “Horizonte profundo - desastre no Golfo”.
A plataforma transformou-se numa bola de fogo incontrolável e isso depois de dois dias de incêndio, afundou.
Mas o poço no fundo do Golfo do México continuou a vazar por três meses. Ao todo, oitocentos milhões de litros de óleo cru foram despejados no mar, causando danos ao meio ambiente e aos animais da região.
Pescadores passaram meses proibidos de explorar o ganha pão e a indústria do turismo, que se preparava pra alta temporada, teve prejuízos incalculáveis. A empresa British Petroleum foi condenada a pagar uma multa ambiental e limpar toda a área.