Os fazendeiros e pequenos agricultores das províncias de Cuanza Sul, Luanda, Bengo e Zaire, estão a beneficiar dos investimentos feitos pelas fazendas Girassol e Agro-Líder na produção e oferta de frutas, leguminosas e hortícolas.São ao todo mais de 153 espécieis de produtos garantidos por uma mão-de-obra de mais de 3.800 trabalhadores e que semanalmente escoam para Luanda e outros pontos. A medida gera receitas locais e sustento às famílias empregadas directa e indirectamente pelos respectivos projectos.
A Fazenda Girassol, que tem sua zona de produção na província do Zaire, utiliza 225 hectares de um total de 10 mil disponíveis e planta 53 espécieis de produtos.Para tal, serve-se de uma força de 800 trabalhadores. Estes garantem uma oferta de 53 toneladas/mês de tomate, por exemplo, ou seja, são mais de 53 mil quilogramas de tomate que resulta de igual modo de uma produção com camponeses associados e não associados da localidade.
Uma das particularidades da Fazenda Girassol está no facto de os clientes poderem beneficiar dos seus serviços de entrega gratuito desde que a encomenda feita por via das suas páginas de internet ou telefones disponibilizados seja num mínimo de 20 mil kwanzas. Neste momento, a fazenda produz 20 toneladas de tomate de salada, 30 toneladas de tomate rama e duas toneladas de tomate mini chucha. Também dispõe em elevada quantidade repolho, couve, cebola, e põe diariamente nas principais superficies comerciais produtos frescos prontos para o consumo.
Na Feira do Tomate Nacional, promovida pelo hipermercado Candando, na loja do Morro Bento, em Luanda, salta à vista o facto de o preço do quilograma do produto vendido, normalmente, ao preço de 1.199 kwanzas, para o tomatate rama, sair a 699 kwanzas. O de salada que custa 899 kwanzas sai a 599 e o chucha de 599 está a ser vendido por 299 kwanzas o quilo. São menos de 300 a 500 kwanzas em reduções nos preços normais, que de acordo com os representantes dos produtores presentes na exposição “é uma forma de mostrar aos consumidores o melhor da produção nacional”.
Já o grupo Agro-Líder, presente nas províncias do Cuanza Sul, no município da Quibala, no Bengo, em Caxito, e em Luanda, na zona do Bom Jesus, explora 720 hectares de terra para garantir 100 diferentes produtos de frutas, legumes e hortícolas. A sua mão-de-obra é de três (3) mil trabalhadores,entre eles 400 expatriados.A Fazenda exporta para países como Portugal, mas mantém o foco na auto-suficiência local.