Na semana passada, o Banco Nacional de Angola (BNA) vendeu divisas ao sistema bancário no montante de 350 milhões de dólares (cerca de 34 mil milhões de kwanzas).

A taxa de câmbio média de referência de venda do dólar norte-americano face ao kwanza, no final do período em análise, foi de 97,655, tendo-se observado, durante a semana, uma apreciação de 0,140 por cento do kwanza em relação ao dólar.

Para a regulação da liquidez, o Banco Nacional de Angola realizou operações de mercado aberto, nas maturidades regulamentares, tendo absorvido o montante de 19,2 mil milhões de kwanzas.

Para a gestão corrente do Tesouro Nacional o Banco Nacional de Angola colocou no mercado primário Títulos do Tesouro no montante de 18,7 mil milhões de kwanzas, sendo 11,8 mil milhões de kwanzas em Bilhetes do Tesouro (BT) e 6,9 mil milhões de kwanzas em Obrigações do Tesouro (OT) em leilão de preço, em moeda nacional sem indexação, tendo sido registados descontos de 0,49 pp nas propostas de maturidade de 3 e 4 anos.

As taxas de juro médias apuradas para os BT foram de 3,5 e 5,87 por cento/ano, para as maturidades de 182 e 364 dias, para as OT sem indexação as taxas de juro médias apuradas foram de 7 para 2 anos, 7,74 para 3 e 7,99 para 4. Para as quatro maturidades, de 2 a 5 anos, de OT indexadas à variação cambial, as taxas de juro mantiveram-se em 7; 7,25; 7,50 e 7,75 por cento/ano, respectivamente.

No mercado interbancário os bancos realizaram cedências de liquidez overnight sem garantia de títulos no montante de 141,5 milhões de kwanzas, volume inferior em cerca 34,22 por cento ao da semana anterior, de 215,1 mil milhões de kwanzas. O volume médio diário de transacções foi de 28,3 mil milhões de kwanzas.

A luibor overnight (1 dia) apurada no último dia da semana, com base nas cedências de liquidez acima referidas, foi de 5,20 por cento/ano, inferior em 0,09 pp à da semana anterior. A luibor para as maturidades de 30, 90, 180, 270 e 360 dias situou-se em 7,35; 8,11; 8,58; 9,19 e 9,64 por cento, ao ano, registando variações entre -0,14 e -0,05 face à semana anterior.

Outros mercados
Os títulos de dívida pública norte-americanos e alemães, com maturidades de 10 anos, iniciaram e terminaram no ano de 2012 abaixo dos 2 por cento.

O aumento da incerteza das eleições na Europa, concretamente na Itália, os cortes automáticos nas despesas públicas americanas e a perspectiva de que a política monetária continuará ultra-expansionista beneficiaram os títulos de mercados de refúgios.

As flutuações a nível historicamente baixo das yelds das obrigações marcaram o ano de 2012.Quanto à dívida corporativa observou uma recuperação.