Com a perspectiva de manter regulados os níveis de liquidez financeira, o Banco Nacional de Angola (BNA) realizou, recentemente, operações de mercado aberto, de venda de títulos com acordo de recompra, no montante de 13,1 mil milhões de kwanzas.

Já para a gestão da despesa corrente do Tesouro Nacional, o banco central colocou no mercado primário Títulos do Tesouro no montante de 4,3 mil milhões de kwanzas, sendo 1,1 mil milhões de kwanzas em Bilhetes do Tesouro e 3,28 mil milhões de kwanzas em Obrigações do Tesouro. As taxas de juro médias apuradas foram de 3,00 e 6,00 por cento, ao ano, para os Bilhetes do Tesouro com 91 e 364 dias de maturidade. Para as Obrigações do Tesouro, as taxas de juro apuradas foram de 7,00 e 7,25 por cento, ao ano para as maturidades respectivas de 2 e 3 anos.

No mercado interbancário, os bancos realizaram entre si cedências de liquidez “overnight” (1 dia) sem garantia de títulos no montante de 180,4 mil milhões de kwanzas, cerca de 40,17 por cento superior ao volume de transacções da semana anterior, de 128,7 mil milhões de kwanzas. O volume médio diário das transacções foi de 36,08 mil milhões de kwanzas.

A luibor “overnight” (1 dia) no último dia da semana, apurada com base nas cedências de liquidez “overnight” acima referidas, foi de 6,15 por cento ao ano, acima da apurada na semana anterior em cerca de 0,01 ponto percentual. A luibor para as maturidades de 30, 90, 180, 270 e 360 dias situou-se em 8,03; 8,90; 9,40; 9,81 e 10,25 por cento, respectivamente, ao ano e registou variação de até 0,01 por cento face à semana anterior.

No período em referência, o BNA vendeu divisas ao sistema bancário no valor de 400 milhões de dólares. A taxa de câmbio média de referência de venda do dólar norte-americano face ao kwanza no final do período em análise foi de 96,453, com ligeira variação em relação à semana anterior, mantendo a tendência de estabilidade. Na semana anterior, o valor de vendas foi de 450 milhões de dólares.