O preço do barril de petróleo Brent, para entrega em Maio, abriu na quarta-feira em baixa no mercado de futuros de Londres, a valer 65,54 dólares, menos 0,47% do que no fecho na sessão anterior, segundo noticiou a Lusa.
O barril de petróleo Brent para entrega em Maio começou a ser negociado na última sexta-feira em alta no mercado de futuros de Londres, cotado a usd 67,02, uma variação de 1,49% em relação ao fecho da sessão anterior.
De acordo com a Kalkine media, os preços do petróleo Brent estão a oscilar entre os fundamentos da produção voluntária cortada pelos membros da Opep que suportam os preços do petróleo e o aumento da produção de Xisto dos EUA, o que faz controlar o aumento do preço do petróleo. Outra razão do enfoque que se dá as oscilações do preço de negociações do petyróleo está na guerra comercial entre as duas economias, que é apontada como das razões para que o preço do petróleo se mantenha bidirecional.
A Kalkine Média advoda no seu artigo que o aumento na produção cortada pelos membros da Opep, mais do que inicialmente acordado, sustentou os preços do petróleo e o Brent Oil Futures subiu para o recorde de 67.73 dólares (em 22 de Fevereiro) contra um fecho de 50,47 dólares (preço de fecho de 24 de Abril e Dezembro de 2018).
Ao decidir cortar um total de 1,2 milhão de barris/dia de petróleo, a Opep e parceiros conseguiram segurar a queda repentina que se observava.